Quem sou eu

Minha foto
HOJE ALGUMAS FRASES ME DEFINEM: "Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector "Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a gente acorda. E diz: "Era só um conto de fadas"... Mas no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida." Antoine de Saint-Exupéry. Contando Histórias e restaurando Almas."Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

Colaboradores

domingo, 29 de agosto de 2010

36H MMN - A Abelha Chocolateira - Releitura

-------

Era uma vez uma abelha que não sabia fazer mel.
- Mas você é uma operária! - gritava a rainha - Tem que aprender.
Na colméia havia umas 50 mil abelhas e Anita era a única com esse problema. Ela se esforçava muito, muito mesmo. Mas nada de mel...
Todos os dias, bem cedinho, saía atrás das flores de laranjeira, que ficavam nas
árvores espalhadas pelo pomar. Com sua língua comprida, ela lambia as flores e
levava seu néctar na boca. O corpinho miúdo ficava cheio de pólen, que ela carregava e largava, de flor em flor, de árvore em árvore.
Anita fazia tudo direitinho. Chegava à colméia carregada de néctar para produzir o
mais gostoso e esperado mel e nada! Mas um dia ela chegou em casa e de sua língua saiu algo muito escuro.
- Que mel mais espesso e marrom... - gritaram suas colegas operárias.
- Iac, que nojo! - esbravejaram os zangões.
Todo mundo sabe que os zangões se zangam à toa, mas aquela história estava ficando feia demais. Em vez de mel, Anita estava produzindo algo doce, mas muito estranho. - Ela deve ser expulsa da colméia! - gritavam os zangões.
- É horrorosa, um desgosto para a raça! - diziam outros ainda.
Todas as abelhas começaram a zumbir e a zombar da pobre Anita. A única que ficou ao lado dela foi Beatriz, uma abelha mais velha e sábia.
Um belo dia, um menino viu aquele mel escuro e grosso sobre as plantas próximas da colméia, que Anita tinha rejeitado de vergonha. Passou o dedo, experimentou e, surpreso, disse:
- Que delícia. Esse é o mais saboroso chocolate que eu já provei na vida!
- Chocolate? Alguém disse chocolate? - indagou a rainha, que sabia que o chocolate
vinha de uma fruta, o cacau, e não de uma abelha.
Era mesmo um tipo de chocolate diferente, original, animal, feito pela abelha Anita, ora essa, por que não...
Nesse momento, Anita, que ouvia tudo, esboçou um tímido sorriso. Beatriz, que
também estava ali, deu-lhe uma piscadela, indicando que tinha tido uma idéia
brilhante. No dia seguinte, lá se foram Anita e Beatriz iniciar uma parceria incrível: fundaram uma fábrica de pão de mel, juntando o talento das duas para produzir uma deliciosa combinação de mel com chocolate.
Moral da história: as diferenças e riquezas pessoais, que existem em cada um de nós, são singulares e devem ser respeitadas.
Fábula de Katia Canton*

domingo, 22 de agosto de 2010

35H MMN - Rodinhas

Havia um senhor de grande experiência, que estava numa praça, no fim da manhã, brincando com seu netinho, ensinando-o as primeiras pedaladas em sua bicicletinha, que ainda estava com rodinhas laterais. O vovô ia andando atrás do neto, e a bicicletinha pendia pra cá e pendia pra lá, porém não caia devido as suas rodinhas.
No meio da brincadeira, chegou seu filho para buscar o neto. O homem estava com a cara triste e de poucos amigos, pois não havia achado emprego que saíra a procurar naquela manhã e a sua situação em casa, com a esposa, também já não estava das melhores.
Desesperado o homem recorre ao seu Pai.
- Pai, já não sei o que fazer! Não consigo arrumar emprego há meses e a situação lá em casa já está ficando insuportável.
O Avô também chateado com a situação do filho, porém com grande experiência de vida pergunta ao filho:
- Você tem orado meu filho?
- Não Pai, nessa situação nem tenho forças para orar, as vezes pego tentando, porém vem a minha cabeça contas, brigas, soluções que não são as melhores. Penso as vezes que Deus me abandonou...
Enquanto a conversa seguia, o neto ficava a dar voltinhas e pedaladas em sua bicicletinha.
O avô não tinha como ajudar seu filho de forma financeira, pois também não tinha recursos, contudo observando a situação e com sua experiência, tinha sabedoria para aliviar e amenizar as dores de teu filho que naquele momento se via maior que os problemas.
- Meu filho, ta vendo meu neto, teu filho?
- Sim Papai.
- Pois bem, a vida é como essa bicicletinha. Só você que tem o guidão na mão pode controla - lá, porém tem algo que a gente não percebe quando está montado na bicicletinha aprendendo as primeiras pedaladas.
- E o que é?
- Que temos rodinhas!
O homem pára, presta atenção ao Pai, sem saber o que tinha haver e o que viria.
E o avô continua: é colocado na nossa caminhada da vida várias provações, para que possamos enfrentá-las e sempre seguir em frente, porém Deus nos coloca rodinhas meu filho, Deus nos ensina a andar de Bicicleta, nos primeiros obstáculos que vão surgindo durante a nossa vida pendemos pra um lado e para o outro e as rodinhas não nos deixam cair. Conforme evoluímos Deus nos tira uma rodinha, e engraçado que com uma rodinha sempre pendemos pro lado dela ao perceber que vamos cair e nunca para o lado o lado sem rodinha. Após ganhar mais “confiança” e ter passado por várias dificuldades, Deus nos tira a outra rodinha para que andemos agora somente na certeza que damos conta de caminhar sozinho, no entanto como Pai misericordioso, Ele nos segue por trás segurando embaixo do banco para que nunca caiamos ao ponto de não conseguirmos levantar, assim como estou fazendo com seu filho!
Após essa história o rapaz não arrumou emprego e nem melhorou sua situação em casa, porém ele enxergou suas rodinhas.
Autor: Eder Luciano dos Santos

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Eu na Rede Minas


16/08/10

Por que ter apenas um filho passou a ser uma tendência...

Olás,
Olha ai o link da minha entrevista, no programa
Brasil das Gerais da Rede Minas
rss
Blocos 2 e 3 .... Não participei do 1...pois o trânsito
não me permitu rss
Aceito opiniões tá?Rs
bjx a todos.
Vale Conferir:
http://www.redeminas.tv/centro-de-midia/brasil-das-gerais/filho-unico-2
http://www.redeminas.tv/centro-de-midia/brasil-das-gerais/filho-unico-3
* * *

A Diferença entre os Países

Investigações demonstram que
a diferença entre os países pobres e os ricos não é a idade
Isto pode ser demonstrado por países como Índia e Egito, que têm mais de
2.000 anos e ainda são muito pobres
Por outro lado, Canadá, Austrália e Nova Zelândia, que apenas 150 anos atrás eram desconhecidos, hoje são países desenvolvidos e ricos
A diferença entre países pobres e ricos tampouco está nos recursos
naturais disponíveis
O Japão possui um território limitado, 80% montanhoso, inadequado para a agricultura e a criação de gado, mas é a segunda economia mundial.
Este país é como uma imensa fábrica flutuante, importando matéria-prima de todo o mundo e exportando produtos manufaturados.
Outro exemplo é a Suíça, que não produz cacau, mas tem o melhor chocolate do mundo. Em seu pequeno território cria animais e cultiva o solo durante apenas quatro meses no ano. Não obstante, produz laticínios da melhor qualidade.
É um país pequeno que oferece uma imagem de segurança, ordem e trabalho, transformando-o no caixa-forte do mundo.
Executivos de países ricos que se relacionam com países pobres evidenciam que não existe diferença intelectual realmente significativa.
A raça, a cor da pele tampouco são importantes: imigrantes qualificados como preguiçosos em seus países de origem são a força produtiva de países europeus ricos
Onde está, então, a diferença?
A diferença é a atitude das pessoas, moldada no decorrer dos anos pela educação e pela cultura
Ao analisar a conduta das pessoas nos países ricos e desenvolvidos, constatamos que a grande maioria segue os seguintes princípios de vida:
1. A ética, como princípio básico.
2. A integridade.
3. A responsabilidade.
4. O respeito às leis.
5. O respeito pelos direitos dos demais cidadãos.
6. O amor pelo trabalho.
7. O esforço para economizar e investir.
8. O desejo de superar.
9. A pontualidade.
Nos países pobres, apenas uma minoria segue esses princípios básicos em sua vida diária
Não somos pobres porque nos faltam recursos naturais ou porque a natureza foi cruel conosco
Somos pobres porque nos falta atitude. Nos falta vontade para cumprir e assumir esses princípios de funcionamento das sociedades ricas e desenvolvidas
SOMOS ASSIM POR QUERER TOMAR VANTAGEM SOBRE TUDO e TODOS
SOMOS ASSIM POR VER ALGO QUE ESTÁ MAL e DIZER: “DEIXA COMO ESTÁ”
DEVEMOS TER ATITUDES
e MEMÓRIA VIVA
SÓ ASSIM MUDAREMOS O BRASIL DE HOJE

Provavelmente você é uma dessas pessoas que faz a diferença e luta para mudar nossa sociedade corrupta e sem princípios.
Mas não esqueça que ainda existem muitos necessitando entender que a falta de princípios é a raiz da miséria.
PENSE NISSO.
Traduzido por Jorcelangelo L. Conti

terça-feira, 17 de agosto de 2010

A Lição da Mosca

Imagem retirada do Bing

Certa vez, duas moscas caíram num copo de leite...
A primeira era forte e valente. Assim, logo ao cair, nadou até a borda do copo. Como a superfície era muito lisa e suas asas estavam molhadas, não conseguiu escapar. Acreditando que não havia saída, a mosca desanimou, parou
de se debater e afundou.
Sua companheira de infortúnio, apesar de não ser tão forte, era tenaz e, por isso, continuou a se debater e a lutar. Aos poucos com tanta agitação, o leite ao seu redor formou um pequeno nódulo de manteiga no qual ela subiu.
Dali, conseguiu levantar vôo e sair do copo.
Tempos depois, a mosca tenaz, por descuido, novamente caiu num copo, desta vez cheio de água. Como pensou que já conhecia a solução daquele problema, começou a se debater na esperança de que, no devido tempo, se salvasse.
Outra mosca, passando por ali e vendo a aflição da companheira de espécie, pousou na beira do copo e gritou:
"Tem um canudo ali, nade até lá e suba".
A mosca tenaz respondeu:
"Pode deixar que eu sei como resolver este problema."
E continuou a se debater mais
e mais até que, exausta,
afundou na água.
SOLUÇÕES DO PASSADO, EM CONTEXTOS DIFERENTES, PODEM TRANSFORMAR-SE
EM PROBLEMAS.
SE A SITUAÇÃO SE MODIFICOU, DÊ UM JEITO DE MUDAR.

Quantos de nós, baseados em experiências anteriores, deixamos de observar as mudanças ao redor e ficamos lutando inutilmente até afundar em nossa própria falta de visão!
Criamos uma confiança equivocada e perdemos a oportunidade de repensar nossas experiências. Ficamos presos a velhos hábitos que nos levaram ao sucesso e perdemos a oportunidade de evoluir.
É por isso que os japoneses dizem que na garupa do sucesso vem sempre o fracasso. Os dois estão tão próximos que a arrogância pelo sucesso pode levar à displicência que conduz ao fracasso.
Os donos do futuro sabem reconhecer essas transformações e fazer as mudanças necessárias para acompanhar a nova situação.
(De: Os Donos do Futuro-Roberto Shinyashiki)

"Se a única ferramenta que você conhece é o martelo, todo problema que aparece você pensa que é prego. "

terça-feira, 10 de agosto de 2010

34H MMN - O Anel (História Libanesa)

Imagem Retirada do Google

Um aluno chegou a seu professor com um problema:
* Venho aqui, professor, porque me sinto tão pouca coisa, que não tenho forças para fazer nada. Dizem que não sirvo para nada, que não faço nada bem, que sou lerdo e muito idiota.Como posso melhorar? O que posso fazer para que me valorizem mais?
O professor sem olhá-lo, disse:
* Sinto muito meu jovem, mas agora não posso ajudá-lo, devo primeiro resolver meu próprio problema.
Talvez depois. E fazendo uma pausa falou:
* Se você me ajudar, eu posso resolver meu problema com mais rapidez e depois talvez possa ajudar você a resolver o seu.
* Claro, professor, gaguejou o jovem, mas se sentiu outra vez desvalorizado.
O professor tirou um anel que usava no dedo pequeno, deu ao garoto e disse:
* Monte no cavalo e vá ate o mercado.
Deve vender esse anel porque tenho que pagar uma dívida.
É preciso que obtenha pelo anel o máximo possível,
mas não aceite menos que uma moeda de ouro.
Vá e volte com a moeda o mais rápido possível. O jovem pegou o anel e partiu.
Mal chegou ao mercado começou a oferecer o anel aos mercadores.
Eles olhavam com algum interesse, até quando o jovem dizia o quanto pretendia pelo anel. Quando o jovem mencionava uma moeda de ouro, alguns riam,
outros saiam sem ao menos olhar para ele, mas só um velhinho
foi amável a ponto de explicar que uma moeda de ouro era muito valiosa para comprar um anel. Tentando ajudar o jovem, chegaram a oferecer uma moeda de prata e
mais uma de cobre, mas o jovem seguia as instruções de não aceitar menos
que uma moeda de ouro e recusava as ofertas.
Depois de oferecer a jóia a todos que passavam pelo mercado e abatido pelo fracasso, montou no cavalo e voltou.
O jovem desejou ter uma moeda de ouro para que ele mesmo pudesse comprar o anel, assim livrando a preocupação de seu professor e assim podendo receber sua ajuda e conselhos. Entrou na casa e disse:
* Professor, sinto muito, mas é impossível de conseguir o que me pediu.
Talvez pudesse conseguir 2 ou 3 moedas de prata, mas não acho que se possa enganar ninguém sobre o valor do anel.
* Importante o que me disse meu jovem, contestou sorridente. Devemos saber primeiro o valor do anel. Volte a montar no cavalo e vá até o joalheiro. Quem melhor para saber o valor exato do anel?
Diga que quer vender o anel e pergunte quanto ele te dá por ele. Mas não importa o quanto ele te ofereça, não o venda. Volte aqui com meu anel. O jovem foi até o joalheiro e lhe deu o anel para examinar. O joalheiro examinou o anel com uma lupa, pesou o anel e disse:
* Diga ao seu professor que, se ele quer vender agora, não posso dar mais que 58 moedas de ouro pelo anel. * 58 MOEDAS DE OURO! Exclamou o jovem.
* Sim, replicou o joalheiro, eu sei que com tempo eu poderia oferecer cerca de 70 moedas,mas se a venda é urgente...
O jovem correu emocionado a casa do professor para contar o que correu. * Senta, disse o professor e depois de ouvir tudo que o jovem lhe contou, disse:
* Você é como esse anel, uma jóia valiosa e única.
Só pode ser avaliada por um especialista.
Pensava que qualquer um podia descobrir o seu verdadeiro valor? E dizendo isso voltou a colocar o anel no dedo.
Todos somos como esta jóia.
Valiosos e únicos e andamos por todos os mercados da vida pretendendo que pessoas inexperientes nos valorizem.
Repense o seu valor!
* * *
Imagens retiradas o Google
-
* * *
No Mundo Novo . . .
---------

33HMMN - Uma Lenda Árabe Sobre a Amizade

--
Imagems retiradas do Goolge
Diz uma lenda árabe que dois amigos viajavam
pelo deserto e em um determinado ponto da viagem,
discutiram e um deu uma bofetada no outro.
O outro, ofendido, sem nada poder fazer,
escreveu na areia: "Hoje, o meu melhor amigo deu-me uma bofetada no rosto".
Seguiram adiante e chegaram a um oásis onde resolveram tomar banho.
O que havia sido esbofeteado e magoado começou a afogar-se,
sendo salvo pelo amigo.
Ao recuperar-se, pegou um canivete e
escreveu numa pedra: "Hoje, meu melhor amigo salvou minha vida".
O outro amigo perguntou:
-Por que, depois que te magoei, escreveu na areia e agora, escreves na pedra?
Sorrindo, o outro amigo respondeu:
-Quando um grande amigo nos ofende,
devemos escrever onde o vento do esquecimento e
o perdão se encarreguem de apagar a lembrança.
Por outro lado quando nos acontece algo grandioso,
devemos gravar isso na pedra da memória do coração
onde vento nenhum em todo o mundo poderá apagá-lo.
Só é necessário um minuto para que simpatize com alguém,
uma hora para gostar de alguém, um dia para querer bem a alguém,
mas precisa de toda uma vida para que possa esquecê-lo.
Nós conhecemos as pessoas por acaso,
mas não é por acaso que elas permanecem em nossa vida.

* * *

domingo, 1 de agosto de 2010

Consequências de Um Olhar

Poeta Márcia Araújo
O relógio para de repente
O mundo por algum tempo não gira
A pessoa meio que “pira”
O presente desaparece
O passado volta!
E volta pra valer,
Volta com seus sabores
Difíceis de esquecer!
Sente-se cheiro de bolo de abacaxi
Fica apurado o olfato
O forno parece estar aqui
Quantas lembranças...
Quantos momentos vividos
Quanta saudade...
E tudo parece aliança
Sem começo, meio e fim
Um sempre continuar
Desejos prontos a serem revividos
E a gente se sente revirado
De ponta a cabeça
De frente pra trás
Pelo lado avesso
Tudo isso por um simples olhar é causado.
Poesia retirada do Blog:
* * *
Gente a Márcia falou dos sentidos e das lembranças.
Esta bolo marcou a minha infância.
Saudades Vó Contância.

Bolo de Maçã com groselha

INGREDIENTES
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de açúcar
100 gramas de manteiga ou margarina
3 ovos (claras separadas)
1 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa rasa) de fermento em pó
2 maçãs 250 ml de groselha

MODO DE FAZER
Na vasilha da batedeira coloque o açúcar, as gemas e a manteiga.
Mexa para se agregarem. Bata até obter uma consistência cremosa.
Adicione o leite e bata novamente. Acrescente a farinha e torne a bater.
Agregue o fermento e as claras batidas em neve.
Unte uma forma com manteiga.
Distribua as maçãs fatiadas no fundo das laterais da forma.
Regue com a groselha. Empregue a massa.
Leve ao forno pré aquecido 180°C por 30 a 40 minutos.
Receita retirada do blog da Palmirinha:

* * *

Grandes lições....


Se um cachorro fosse o seu professor, você aprenderia coisas assim:

*Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro.
*Nunca perca uma oportunidade de ir passear.
*Permita-se experimentar o ar fresco do vento no seu rosto.
*Mostre aos outros que estão invadindo o seu território.
*Tire uma sonequinha no meio do dia e espreguice antes de levantar.
*Corra, pule e brinque todos os dias.
*Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem.
*Não morda quando um simples rosnado resolve a situação.
*Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite
debaixo da sombra de uma árvore.
*Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo.
*Não importa quantas vezes o outro te magoa,
não se sintaculpado...volte e faça as pazes novamente.
*Aproveite o prazer de uma longa caminhada.
*Se alimente com gosto e entusiasmo.
*Coma só o suficiente.
*Seja leal.
*Nunca pretenda ser o que você não é.
E o MAIS importante de tudo....
*Quando alguém estiver nervoso ou triste,
fique em silêncio, fique porperto e mostre que você está ali para confortar.
*A amizade verdadeira não aceita limitações!!!
E NÓS PRECISAMOS APRENDER ISTO COM UM ANIMAL QUE, DIZEM SER IRRACIONAL !!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...