Quem sou eu

Minha foto
HOJE ALGUMAS FRASES ME DEFINEM: "Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector "Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a gente acorda. E diz: "Era só um conto de fadas"... Mas no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida." Antoine de Saint-Exupéry. Contando Histórias e restaurando Almas."Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

Colaboradores

domingo, 22 de agosto de 2010

35H MMN - Rodinhas

Havia um senhor de grande experiência, que estava numa praça, no fim da manhã, brincando com seu netinho, ensinando-o as primeiras pedaladas em sua bicicletinha, que ainda estava com rodinhas laterais. O vovô ia andando atrás do neto, e a bicicletinha pendia pra cá e pendia pra lá, porém não caia devido as suas rodinhas.
No meio da brincadeira, chegou seu filho para buscar o neto. O homem estava com a cara triste e de poucos amigos, pois não havia achado emprego que saíra a procurar naquela manhã e a sua situação em casa, com a esposa, também já não estava das melhores.
Desesperado o homem recorre ao seu Pai.
- Pai, já não sei o que fazer! Não consigo arrumar emprego há meses e a situação lá em casa já está ficando insuportável.
O Avô também chateado com a situação do filho, porém com grande experiência de vida pergunta ao filho:
- Você tem orado meu filho?
- Não Pai, nessa situação nem tenho forças para orar, as vezes pego tentando, porém vem a minha cabeça contas, brigas, soluções que não são as melhores. Penso as vezes que Deus me abandonou...
Enquanto a conversa seguia, o neto ficava a dar voltinhas e pedaladas em sua bicicletinha.
O avô não tinha como ajudar seu filho de forma financeira, pois também não tinha recursos, contudo observando a situação e com sua experiência, tinha sabedoria para aliviar e amenizar as dores de teu filho que naquele momento se via maior que os problemas.
- Meu filho, ta vendo meu neto, teu filho?
- Sim Papai.
- Pois bem, a vida é como essa bicicletinha. Só você que tem o guidão na mão pode controla - lá, porém tem algo que a gente não percebe quando está montado na bicicletinha aprendendo as primeiras pedaladas.
- E o que é?
- Que temos rodinhas!
O homem pára, presta atenção ao Pai, sem saber o que tinha haver e o que viria.
E o avô continua: é colocado na nossa caminhada da vida várias provações, para que possamos enfrentá-las e sempre seguir em frente, porém Deus nos coloca rodinhas meu filho, Deus nos ensina a andar de Bicicleta, nos primeiros obstáculos que vão surgindo durante a nossa vida pendemos pra um lado e para o outro e as rodinhas não nos deixam cair. Conforme evoluímos Deus nos tira uma rodinha, e engraçado que com uma rodinha sempre pendemos pro lado dela ao perceber que vamos cair e nunca para o lado o lado sem rodinha. Após ganhar mais “confiança” e ter passado por várias dificuldades, Deus nos tira a outra rodinha para que andemos agora somente na certeza que damos conta de caminhar sozinho, no entanto como Pai misericordioso, Ele nos segue por trás segurando embaixo do banco para que nunca caiamos ao ponto de não conseguirmos levantar, assim como estou fazendo com seu filho!
Após essa história o rapaz não arrumou emprego e nem melhorou sua situação em casa, porém ele enxergou suas rodinhas.
Autor: Eder Luciano dos Santos

2 comentários:

  1. Obrigado pela publicação desse singelo texto!

    grato

    ResponderExcluir
  2. OBRIGADA VOCÊ POR PARCIPAR DO MEU BLOG.
    UM ABRAÇO, VOLTE SEMPRE.
    HELENICE.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...