Quem sou eu

Minha foto
HOJE ALGUMAS FRASES ME DEFINEM: "Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector "Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a gente acorda. E diz: "Era só um conto de fadas"... Mas no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida." Antoine de Saint-Exupéry. Contando Histórias e restaurando Almas."Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

Colaboradores

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

A Mosca Trapalhona (Griots)

-


Imagens retiradas do Google

"O nome Griots faz referência a grandes contadores de hitórias africanos que, apesar de ainda atuarem isoladamente em algumas regiões da África Ocidental, tiveram, há séculos, um vasto e importantíssimo papel na evolução e manutenção da cultura e tradição de todo continente.Os Griots, contadores e cantadores de histórias, eram considerados verdadeiras bibliotecas ambulantes e sua importância era tão grande que eram poupados até pelos inimigos nas guerras. Lendas, feitos heróicos e lições de vida, tudo era adorado e servia de alimento para o espírito alegre e guerreiro do povo do continente. Quando falecia, o corpo de um Griot era colocado, literalmente, dentro de uma gigantesca árvore chamada Baobá, para que suas histórias e canções pudessem continuar brotando e alegrando todos aqueles que as consumiam."




Imagens retiradas do Google

"A Mosca Trapalhona"
Uma mosca viu uma cobra dormindo sobre um monte de lenha e, prestimosa como sempre, foi logo avisando:
-Ó Dona Cobra, fuja daí porque está chegando alguém pra buscar lenha e vendo-a a í pode matá-la. A cobra seguiu o conselho e se enfiou apressadamente na toca de um rato.
Este ao vê-la adentrando a sua casa deu um guincho e fugiu esbaforido pela saída de emergência.
Do lado de fora esbarrou no faisão que começou a berrar. O macaco que dormia, com aquela gritaria deu um pulo tão alto que um galho se partiu caindo na cabeça do elefante que passava por ali naquele momento. O elefante apavorado saiu esmagando tudo o que encontrava a sua frente, e pisou no ninho do ntiétié. O pássaro que tem penas vermelhas como fogo de tão zangado incendiou a planície. Ia passando por ali um veado que queimou as patas, e saiu correndo para se refrescar no rio. estava tão assustado que se esqueceu de gritar avisando as mulheres que se banhavam no rio para que se vestissem. As mulheres sairam correndo e foram se queixar ao chefe da aldeia. O veado foi chamado para se explicar...ele pediu desculpas e pôs a culpa no ntiétié... este foi chamado também, e se defendeu acusando o elefante de culpado.
O elefante ao ser chamado culpou o macaco que culpou o faisão..que culpou o rato...que culpou a cobra...Asssim todos o animais envolvidos na confusão foram chamados para se apresentar ao enfurecido chefe da aldeia até que chegou a vez da mosca !
Esta se explicou dizendo que quis fazer um bem avisando a cobra, mas acabou se dando mal...
O chefe da aldeia reuniu o Conselho Ancião para julgar o caso. A mosca acabou sendo perdoada pelo barulho e confusão que provocou, mas até hoje ela vive por aí ...zumbindo no nariz da gente ! - Bom garotada , por hoje é só !" Disse o vovô Ussumane, levantando-se com uma certa dificuldade. "Boa noite, e durmam bem !"

-------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...