Quem sou eu

Minha foto
HOJE ALGUMAS FRASES ME DEFINEM: "Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector "Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a gente acorda. E diz: "Era só um conto de fadas"... Mas no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida." Antoine de Saint-Exupéry. Contando Histórias e restaurando Almas."Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

Colaboradores

segunda-feira, 5 de julho de 2010

As Mil e Uma Noites

O Presente Que eu me Dei de Aniversário.
Um livro que independente das novas adaptações é sempre surpreendente. Dois irmãos que se tornam reis, ambos governam em regiões diferentes, até que um dia um dos irmãos resolve visitar o outro, mas antes de sua partida descobre por acaso que sua mulher o trai com um serviçal, ele imediatamente manda matá-la. Assim segue sua viagem com destino ao reinado de seu irmão, ao encontrar seu irmão, uma repentina felicidade o toma, mas nos dias seguintes o fantasma da traição o persegue. Fazendo com que seu irmão perceba a situaçao de tristesa de seu irmão. Um dia seu irmão promove um caça e o convida mas ele prefere ficar no palácio, apesar da insistência de seu irmão. No dia seguinte ao abrir a janela de seus aposentos, ao olhar para o jardim, vê que a rainha e seus serviçais se divertiam em completa orgia. Espantou e ficou sem saber o que fazer. Quando seu irmão voltou da caçada, conteve-se, agiu como de costume. Até que um dia fez com que ser irmão organiza-se uma nova caçada, mas a rainha nem desconfiara que tudo não passava de um plano para desmascará-la. Ao descobriu a traição de sua mulher, mandou matar á todos. Esse amaldiçoa todas as mulheres, resolve dormir com uma mulher diferente todos os dias, mas todas elas seriam mortas ao nascer do sol. Seu visir se encarregava de selecionar as mulheres, por isso motivo dos o temim. O rei que era amada por seus súditos, passa a ser odiado pela sua prática sangrenta. Até que um dia a filha do visir resolver enfrentar o rei. O visir reluta em aceitar o pedido da filha, que queria a todo custo dormir com o rei. Sua filha muito astuta e admirada pelas histórias que contava, já tinha um plano traçado em sua cabeça. Mas sabia que se falhasse estaria se entragando a morte. Um dia o visir concordou, levou sua filha para o rei, sua filha então impos uma condição: que sua irmã permanecesse com ela. O rei concordou! Todas as noites Sherazade contava uma história para o rei e sua irmã, mas quando o sol raiva o dia ela interrompia a história, deixando uma parte para contar no dia seguinte. E assim foi por Mil e Uma Noites. Histórias fantásticas contadas pacientemente uma a uma para o rei. Com o passar do tempo o rei foi ficando cada vez mais empolgado com as histórias de Sherazade, a cada nova história Sherazade era poupada para que continuasse a contá-la no dia seguinte. Até que um belo dia o rei se convence de que já era hora de acabar com aquela mágoa, e Sherazade o convence de seu amor. Se casam e vivem felizes, os seus súditos voltam a amá-lo novamente, e todos vivem felizes para sempre.
--

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...