Quem sou eu

Minha foto
HOJE ALGUMAS FRASES ME DEFINEM: "Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector "Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a gente acorda. E diz: "Era só um conto de fadas"... Mas no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida." Antoine de Saint-Exupéry. Contando Histórias e restaurando Almas."Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

Colaboradores

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Nasrudin e os convidados



Imagem do Google



Era tarde da noite, e o mulla estivera conversando com os amigos numa casa de chá. Ao saírem da casa de chá, perceberam que estavam com fome.
— Venham todos comer em minha casa — convidou Nasrudin, sem pensar nas conseqüências.
O grupo estava quase chegando à casa, quando ele achou que devia ir na frente para avisar a esposa.
— Fiquem aqui enquanto vou avisá-la — disse Nasrudin aos amigos.
Quando ele contou à esposa, ela protestou:
— Não há nada em casa! Como você se atreve a convidar toda essa gente para vir aqui?
Nasrudin subiu ao andar superior e escondeu-se.
Dali a pouco, a fome impeliu os convidados a aproximar-se da casa e a bater-lhe à porta.
A mulher de Nasrudin atendeu-os.
— O mulla não está.
— Mas se o vimos ainda agora entrar pela porta da frente! — gritaram os amigos.
Naquele momento, ela não conseguiu pensar em coisa alguma para dizer.
Ralado de ansiedade, Nasrudin, que ouvira a troca de palavras de uma janela do sobrado, inclinou-se para fora e disse:
— Eu podia ter saído pela porta dos fundos, não podia?


Conto Sufi persa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...