Quem sou eu

Minha foto
HOJE ALGUMAS FRASES ME DEFINEM: "Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector "Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a gente acorda. E diz: "Era só um conto de fadas"... Mas no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida." Antoine de Saint-Exupéry. Contando Histórias e restaurando Almas."Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

Colaboradores

segunda-feira, 1 de março de 2010

O Palhaço e o Nariz - 12H MMN

Era uma vez um palhaço muito engraçado, e muito bonzinho. As crianças adoravam ir ao circo só para ouvir suas piadas e cair na gargalhada. Quando o circo chegava, era aquela festa! Todo mundo se arrumava para ver os malabaristas e outros personagens, mas famoso mesmo era o palhaço. Sempre que ele entrava no picadeiro, fazia suas gracinhas, e contava suas piadas, as crianças logo gritavam felizes:- E! Esse palhaço é muito bom! É muito engraçado mesmo!O que ninguém sabia era que o palhaço era um velhinho triste, muito triste com o seu nariz, que ele achava muito feio:- Se as crianças me virem sem fantasia, vai me achar horrível com este nariz!E tanto ele sofria com isto que, um dia, um anjinho teve pena dele: - Está bem, vou levar você até o Planeta dos Narizes, e você vai poder escolher um nariz novo que o deixe muito feliz!-Oba! (o palhaço nunca esteve tão animado!) Voaram para o espaço, e viram a Terra lá de longe. Viajaram pelas estrelas até encontrar o Planeta dos Narizes. Ali só tinha nariz, e mais nada. O palhaço nem sabia o que fazer, de tanto nariz que tinha neste lugar. Olhou para tudo o que pôde, e começou a experimentar as trocas. Na frente do espelho, ele tentava: primeiro este, depois aquele... Até encontrar um que achou muito bonito. O anjinho olhava tudo com muita paciência, pois aquele era alguém especial: um palhaço muito bonzinho. - Podemos voltar para a Terra?- Claro!

--

Vamos lá! Na hora do espetáculo, o palhaço entrou no picadeiro se achando o máximo, lindo de morrer. Contou uma porção de piadas, fez todas as gracinhas, mas... Ninguém achou engraçado. Até o faquir, que estava esperando sua vez, desistiu de esperar a risada de sempre, e perguntou:-Já posso começar? É a minha vez?O palhaço saiu muito triste, e foi procurar o anjinho. Pediu para voltar novamente ao Planeta dos Narizes, pois a criançada não tinha gostado nada deste. E então foram até lá. Uma......Duas.....Três.... Muitas vezes! E em todo o resultado era o mesmo:- O! Esse palhaço é feio! Não é engraçado, não! O! - e a vaia doía e rolava nos olhos do palhaço, que a toda hora escolhia um nariz novo.Até que, um dia, o palhaço estava lá escolhendo nariz no Planeta dos Narizes, quando descobriu um que ele nunca tinha visto antes:- Ahá! Deste aqui as crianças vão gostar, tenho certeza!E voltaram os dois para o circo. Na hora do espetáculo:Foi aquela festa!O palhaço contou suas piadas, e a criançada riu muito com ele!Todos comemoraram a volta do palhaço engraçado. Até a vovó ficou contente e dançou com a criançada: O palhaço ficou muito feliz, e saiu correndo para contar ao anjinho que, finalmente, tinha escolhido o melhor nariz. Só não esperava que o anjinho lhe dissesse se:- Esse é seu próprio nariz, aquele que deixava você tão infeliz... Muito espantado, o palhaço acabou reconhecendo que era mesmo! Mas a verdade é que estava muito feliz, e logo voltou correndo para o circo e seus amiguinhos contentes. Descobriu que nada é melhor do que sermos nós mesmos.

----------

FIM

* * *
Retirado do site: http://www.feijo.com/

* * *

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...