Quem sou eu

Minha foto
HOJE ALGUMAS FRASES ME DEFINEM: "Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector "Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a gente acorda. E diz: "Era só um conto de fadas"... Mas no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida." Antoine de Saint-Exupéry. Contando Histórias e restaurando Almas."Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

Colaboradores

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Os Dois Cântaros


Imagens do Google


Um moço religioso, que vivia entre os monges do deserto, sentindo-se pouco inteligente e incapaz de guardar os ensinamentos que recebia, procurou o mais velho sábio dos anacoretas e disse-lhe:
- Tenho um grande desgosto, meu pai. Apesar dos esforços constantes que faço, não chego a conservar na memória, durante muito tempo, as instruções que, para boa conduta na vida, recebo dos mestres. Vão também para o esquecimento os trechos mais belos que leio, diariamente, nos Santos Evangelhos!
O santo, que tinha em sua cela dois cântaros vazios, disse-lhe:
- Meu filho, toma um daqueles cântaros; põe um pouco d´água; lava-o depois, cuidadosamente; enxuga-o com o teu próprio hábito e deixa-o ficar no lugar em que está.
Maravilhado com tais palavras fez o moço exatamente o que o velho monge lhe determinara.
Concluída a tarefa, o ancião perguntou-lhe qual dos cântaros estava mais limpo, mais claro e puro. O solitário tomou nas mãos o cântaro que acabara de enxugar, e respondeu:
- Este, por certo, está mais limpo. Lavei-o com cuidado.
Disse-lhe, então, o sábio:
- E, no entanto, repara bem, meu filho, que esse cântaro não mais retém vestígio algum da água que o purificou. Também aquele que ouve, confiantemente, a palavra de Deus, embora não grave na memória o teor dos santos ensinamentos, traz o coração tão puro como um cântaro lavado.

Parábola. Fonte: Lendas do Céu e da terra de Malba Tahan.
http://www.aletria.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...