Quem sou eu

Minha foto
HOJE ALGUMAS FRASES ME DEFINEM: "Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector "Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a gente acorda. E diz: "Era só um conto de fadas"... Mas no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida." Antoine de Saint-Exupéry. Contando Histórias e restaurando Almas."Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

Colaboradores

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Floquinhos de Carinho - Dia das Crianças

Gente hoje dia das crianças .
Fomos a uma rua de lazer próximo a casa da Érika contar Histórias.
E muito bom interagir com as crianças.
E elas são criaturas espontanêas e surpriendentes.
* * *
----------
Floquinhos de Carinho
Ivete Tayar
Havia uma pequena aldeia onde o dinheiro não entrava.Tudo o que as pessoas compravam, tudo o que era cultivado e produzido era trocado. A coisa mais importante, a coisa mais valiosa, era o AMOR. Quem nada produzia, quem não possuía coisas que pudessem ser trocadas por alimentos, ou utensílios, dava seu CARINHO. O CARINHO era simbolizado por um Floquinhos de algodão. Muitas vezes, era normal que as pessoas trocassem floquinhos sem querer nada em troca. As pessoas davam seu CARINHO, pois sabiam que receberiam outros num outro momento ou outro dia. Um dia, uma mulher muito má, que vivia fora da aldeia, convenceu um pequeno garoto a não mais dar seus floquinhos. Desta forma, ele seria a pessoa mais rica da cidade e teria o que quisesse. Iludido pelas palavras da malvada, o menino, que era uma das pessoas mais populares e queridas da aldeia, passou a juntar CARINHOS e em pouquíssimo tempo sua casa estava repleta defloquinhos, ficando até difícil de circular dentro dela. Daí então, quando a cidade já estava praticamente sem floquinhos, as pessoas começaram a guardar o pouco CARINHO que tinham e toda a HARMONIA da cidade desapareceu. Surgiram a GANÂNCIA, a DESCONFIANÇA, o primeiro ROUBO, o ÓDIO e a DISCÓRDIA. As pessoas se XINGARAM pela primeira vez, e passaram a IGNORAR-SE pelas ruas. Como era o mais querido da cidade, o garoto foi o primeiro a sentir-se TRISTE e SOZINHO, o que o fez procurar a velha para perguntar-lhe e dizer-lhe se aquilo fazia parte da riqueza que ele acumularia. Não a encontrando mais, ele tomou uma decisão. Pegou uma grande carriola, colocou todos os seus floquinhos em cima e caminhou por toda a cidade distribuindo aleatoriamente seu CARINHO. A todos que dava CARINHO, apenas dizia:Obrigado por receber meu carinho. Assim, sem medo de acabar com seus floquinhos, ele distribuiu ate o último CARINHO sem receber um só de volta. Sem que tivesse tempo de sentir-se sozinho e triste novamente, alguém caminhou até ele e lhe deu CARINHO. Um outro fez o mesmo...Mais outro... E outro... Até que definitivamente a aldeia voltou ao normal. Nunca devemos fazer as coisas pensando em receber algo em troca. Mas devemos fazer sempre Lembrar que os outros existem é muito importante! É muito mais importante do que cobrar dos outros que se lembre de você, pois o sentimento sincero nos é oferecido espontaneamente. E assim saberemos quem realmente nos ama. Aqueles que te quiserem bem, se lembrarão de você. Receber sem cobrar, é mais verdadeiro.Receber CARINHO é muito bom. E o simples gesto de lembrar que alguém existe aforma mais simples de fazê-lo. Estes são os meus floquinhos para você. VOLTARÃO NÃO ACUMULE SEUS FLOQUINHOS,DISTRIBUA-OS A TODOS, ALGUNS PARA VOCÊ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...