Quem sou eu

Minha foto
HOJE ALGUMAS FRASES ME DEFINEM: "Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector "Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a gente acorda. E diz: "Era só um conto de fadas"... Mas no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida." Antoine de Saint-Exupéry. Contando Histórias e restaurando Almas."Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

Colaboradores

terça-feira, 19 de outubro de 2010

A Quase Fada Conta e Encanta


Lá no Reino Encantado das fadas, há algum tempo atrás, nasceu um bebê fada muito lindo, com seus cachinhos cor-de-rosa e seus olhos verdes como a mata.
Todas as fadas estavam aguardando o nascimento desse bebê com muita ansiedade, pois durante décadas, não nascia, se quer, uma mini-fadinha no reino. Tudo porque os humanos não acreditavam mais nas fadas e faziam questão de dizer isso em alta voz. O Reino Encantado das fadas estava perdendo seu brilho e encanto. Mas quando tudo parecia perdido, brotou um botão-de-fada que renovou a esperança do povo mágico e, finalmente, um bebê fada havia nascido... Mas, mas, mas...
Que estranho!
A rainha das fadas examinou o bebê e... Nada..:
- Este bebê não é uma fada. - bradou a rainha - não encontro nele, magia alguma.
-Ooooooooh!!!! - Mas não pode ser!
- Como é isso, se ela nasceu de um botão-de-fada?
Ignorando o espanto dos outros, ela continuou:
- Muito bem! Esperaremos algum tempo para que lhe apareçam seus talentos, mas se não acontecer, terá de deixar o Reino Encantado das fadas. E assim fizeram. Depois de alguns dias o bebê fada já era uma fada jovem e continuava sem magia nenhuma, por isso foi chamada de "Quase Fada". Como havia sido decidido no dia de seu nascimento, chegou a hora de Quase Fada deixar o Reino Encantado:
-... Você deverá ir para o mundo dos humanos e só voltará para casa, quando encontrar sua magia de fada.
A Quase Fada entrou pelo oco de uma árvore e foi parar em um jardim do mundo humano. Era o jardim de um museu e todos os dias um montão de crianças visitava esse jardim e não foi difícil ficar amigos da Quase Fada. E brincavam e corriam e faziam a Quase Fada rir a valer.
As crianças amaram o sorriso daquela moça e as meninas se encantaram com seus cabelos cor-de-rosa.
Quando todos se cansaram, sentaram-se embaixo de uma sombra gostosa e a Quase Fada contou toda a sua história. As crianças gostaram muito de tudo o que aconteceu aquela tarde e na hora de ir embora, disseram que todos os dias, voltariam para ouvir outras histórias e juntos, tentariam descobrir a magia de fada da Quase Fada. Assim, todos os dias depois da escola, muitas crianças se juntavam para brincar e ouvir histórias, embaixo da árvore onde estava vivendo a Quase Fada, que todos os dias tinha um conto diferente para apresentar aos amiguinhos.
Conto de Fada: fonte:
Maria Helena Cruz :
http://ayram-contosfadas.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...