Quem sou eu

Minha foto
HOJE ALGUMAS FRASES ME DEFINEM: "Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector "Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a gente acorda. E diz: "Era só um conto de fadas"... Mas no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida." Antoine de Saint-Exupéry. Contando Histórias e restaurando Almas."Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

Colaboradores

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Conselhos valiosos para quem pretende ser um contador de histórias

- Aprenda a ouvir histórias, em primeiro lugar.
- Prepare-se estudando, pesquisando, ensaiando.
- Procure conhecer melhor as crianças, como
funciona sua imaginação.
- Não tenha a pretensão de ensinar ou formar a
criança. Apenas conte uma história.
- Pesquise e monte seu repertório. Com o tempo suas
histórias ficarão mais fáceis de contar. E ganharão
vida, porque você estará acreditando nelas.
- Todos os recursos são válidos para chamar a
atenção: cantar, dançar, usar sotaque.
- É sempre bom usar objetos que estimulem a
imaginação: um lenço enrolado num cabo de guardachuva
pode ser uma linda rainha vestindo sua capa.
- Procure desenvolver sua sensibilidade. Se você
acreditar que o lenço é a capa da rainha, a criança
vai gostar mais do seu jeito de contar.
- Porém, procure sempre conhecer o universo das
crianças para as quais você vai contar a história. O
sucesso ou fracasso dos recursos que você vai usar
depende disso. O lenço enrolado no cabo de guardachuva
pode não significar nada para elas.
- Descubra a pontuação da história: os momentos de
respirar, de se surpreender. Assim, a história ficará
viva em você. E você se surpreenderá naquele
momento, junto com quem está ouvindo, mesmo que
tenha contado a mesma história mais de 100 vezes.
- Antes de começar a história, organize um espaço
sem muitos objetos, elementos e movimentos que
desviem a atenção de quem está ouvindo.
- No caso específico de hospitais, procure integrar à
sua história os elementos que não podem ser
eliminados (medicamentos, enfermeiros, camas).
- Faça reuniões com os demais contadores. Contem
histórias uns para os outros.
- Acredite no que está fazendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...