Quem sou eu

Minha foto
HOJE ALGUMAS FRASES ME DEFINEM: "Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento." Clarice Lispector "Os contos de fadas são assim. Uma manhã, a gente acorda. E diz: "Era só um conto de fadas"... Mas no fundo, não estamos sorrindo. Sabemos muito bem que os contos de fadas são a única verdade da vida." Antoine de Saint-Exupéry. Contando Histórias e restaurando Almas."Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." Fernando Pessoa

Colaboradores

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

A Árvore Generosa

Era uma vez uma Árvore que amava um menino.
E todos os dias, o menino vinha e juntava as suas folhas.
E com elas fazia coroas de rei. E com a Árvore, brincava de rei da floresta.
Subia no seu grosso tronco, balançava-se em seus galhos!
Comia seus frutos e quando ficava cansado, o menino repousava à sua sombra fresquinha.
O menino amava a Árvore profundamente.E a Árvore era feliz!
Mas o tempo passou e o menino cresceu!
Um dia, o menino veio e a
Árvore disse:"Menino, venha subir no meu tronco,
balançar-se nos meus galhos, repousar à minha sombra e ser feliz!"
"Estou grande demais para brincar", respondeu o menino.
"Quero comprar muitas coisas.
Você tem algum dinheiro que possa me oferecer?"
"Sinto muito", disse a Árvore,
"eu não tenho dinheiro. Mas leve os frutos, Menino.
Vá vendê-los na cidade, então terá o dinheiro e você será feliz!
"E assim o menino subiu pelo tronco, colheu os frutos e levou-os embora.E a Árvore ficou feliz!Mas o menino sumiu por muito tempo...
E a Árvore ficou tristonha outra vez.
Um dia, o menino veio e a Árvore estremeceu tamanha a sua alegria,
e disse: "Venha, Menino, venha subir no meu tronco, balançar-se nos meus galhos e ser feliz."
"Estou muito ocupado pra subir em Árvores", disse o menino.
"Eu quero uma esposa, eu quero ter filhos e para isso é preciso que eu tenha uma casa.
Você tem uma casa pra me oferecer?""Eu não tenho casa",
disse a Árvore. "Mas corte os meus galhos, faça a sua casa e seja feliz.
"O menino depressa cortou os galhos da Árvore e levou-os embora para fazer uma casa.
E a Árvore ficou feliz!O menino ficou longe por um longo, longo tempo,e no dia que voltou, a Árvore ficou alegre, de uma alegria tamanha que mal podia falar."Venha, venha, meu Menino", sussurrou, "venha brincar!""Estou velho para brincar", disse o menino,
"e estou também muito triste." "Eu quero um barco ligeiro que me leve pra bem longe.
Você tem algum barquinho que possa me oferecer?"
"Corte meu tronco e faça seu barco",
disse a Árvore. "Viaje pra longe e seja feliz!
"O menino cortou o tronco, fez um barco e viajou.
E a Árvore ficou feliz, mas não muito!
Muito tempo depois, o menino voltou.
"Desculpe, Menino", disse a Árvore.
"não tenho mais nada pra te oferecer. Os frutos já se foram."
"Meus dentes são fracos demais pra frutos", falou o menino.
"Já se foram os galhos para você balançar", disse a Árvore.
"Já não tenho idade pra me balançar", falou o menino.
"Não tenho mais tronco pra você subir", disse a a Árvore.
"Estou muito cansado e já não sei subir", falou o menino.
"Eu bem que gostaria de ter qualquer coisa pra lhe oferecer", suspirou a Árvore.
"Mas nada me resta e eu sou apenas um toco sem graça.
Desculpe ... ""Já não quero muita coisa", disse o menino,
"só um lugar sossegado onde possa me sentar, pois estou muito cansado."
"Pois bem", respondeu a Árvore, enchendo-se de alegria.
"Eu sou apenas um toco, mas um toco é muito útil pra sentar e descansar.
Venha, Menino, depressa, sente-se em mim e descanse
."Foi o que o menino fez. E a Árvore ficou feliz.
* * *
(de Shel Silvertein, Adaptado por Fernando Sabino)

* * *

Texto enviado pela contadora de histórias Erica Rodrigues.

* * *

Um comentário:

  1. OLÁ
    Muito lindinha a história.
    É essa simplicidade que conquista as crianças e a almas sensíveis.
    Beijão
    Ciane

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...